S&P eleva nota de crédito de Portugal citando recuperação estável

A agência de classificação de riscos Standard & Poor’s elevou o rating de Portugal nesta sexta-feira para logo abaixo o grau de investimento, alinhando-se às duas outras principais agências, citando uma recuperação estável ao mesmo tempo em que espera poucas mudanças após a eleição do próximo mês. A mesma agência na semana passada, retirou o grau de investimento do Brasil.

Portugal, que livrou-se de um resgate internacional no ano passado com a economia crescendo de novo após três anos de recessão provocados por austeridade e crise de dívida, é agora classificado como “BB+” com perspectiva estável pela Standard & Poor’s, um degrau acima da classificação anterior de “BB” atribuída em 2012.

A Moody’s Investor Service e a Fitch Ratings também classificam Portugal um degrau abaixo do grau de investimento, que o país perdeu em 2011 quando a crise da dívida e no governo forçaram o país a buscar o resgate.

Em comunicado, a agência afirma que “a recuperação econômica e a consolidação orçamentária de Portugal continuam alinhadas” às suas expectativas, “colocando [o cálculo] da dívida pública líquida sobre o PIB [Produto Interno Bruto] numa trajetória descendente, depois de 15 anos consecutivos de aumentos”.

“A elevação reflete nossa visão da recuperação econômica constante, sustentada por uma melhora gradual nas condições do mercado de trabalho”, disse a agência em comunicado.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *